Correção de um erro

4 de novembro de 2020 Notícias

A humildade é a maior virtude de um ser humano, porque o aproxima dos anjos. A Baía de Todos-os-Santos foi descoberta em fins de abril de 1500 por Gaspar de Lemos, subindo de volta para Portugal, levando a carta de Pero Vaz de Caminha para o Rei D. Manuel, com a missão de bordejar aquela “ilha”, sem ter a menor ideia do seu tamanho, mas tomando nota de tudo o que fosse observado e já estudando astronomicamente a rota para uma nova missão. Em 01 de novembro de 1501, apenas ocorreu a sua posse, pela expedição montada em Portugal que lhe deu o nome.

Isto significa que devemos alterar o dia de festa da nossa Baía de Todos-os-Santos? Não, necessariamente, mas já é necessário corrigir o motivo dessa comemoração, que não é o da sua descoberta e sim, o da solenidade de posse, para a qual o Rei D. Manuel mandou três barcos com o que havia de melhor entre os navegadores a seu serviço. Esta Semana da BTS continua, portanto, mantendo a data de 1º de novembro, mas não como a da descoberta e sim a da sua confirmação com a posse das novas terras do Brasil, dias antes descoberto por Pedro Álvares Cabral, em viagem para as Índias.

Esta é a proposta da Ciência e este é o propósito dos cientistas, voltados para a frieza dos fatos e dos números, mas não proibidos de festejar com emoção os bons resultados de suas pesquisas, seus trabalhos e (por que não?) de suas aventuras.

Assim, por obrigação científica, é necessário levar para todos a informação precisa e oficial de ser a Baía de Todos os Santos descoberta em  abril de 1500 por Gaspar de Lemos, tendo em 1º de novembro de 1501, DIA DE TODOS-OS-SANTOS, a confirmação de sua posse pelo REI DE PORTUGAL, assim sendo iniciada a sua ocupação, dando ao seu entorno o destino de ser o centro de poder de Portugal no Brasil recentemente descoberto em Porto Seguro por Pedro Álvares Cabral.

Adinoel Mota Maia