Categoria: qq coisa

Seguem abertas as inscrições para curso de Metodologia Científica

By | qq coisa | No Comments

Continuam abertas as inscrições para o curso Metodologia Científica Introdutória, promovido pelo Gabinete Português de Leitura. As aulas, de 8 a 30 de novembro (segunda, quarta e sexta), das 19h às 21h, serão ministradas pela doutora em educação, Maria Durvalina Cerqueira Santos, através da plataforma zoom. 

Durante o curso serão abordados temas como o conceito de metodologia, as fases da metodologia, lugar da metodologia na formação acadêmica, a metodologia e o conhecimento, instrumentos da metodologia para construção e produção do conhecimento científico, metodologia e as novas tecnologias, além das Normas da ABNT/NBR.

A proposta é contribuir para o entendimento geral sobre metodologia científica, suas possibilidades e contribuições para a formação acadêmica e contribuição na produção do conhecimento científico. Uma avaliação processual com a utilização de instrumentos diversificados e autoavaliação integram a programação, com carga horária total de 30 (trinta) horas e direito a certificação.

O investimento de R$ 50,00 (cinquenta reais) é simbólico, para manutenção das atividades do GPL. O link de inscrição está disponível no site www.gplsalvador.org ou na plataforma sympla. Clique aqui!.

A iniciativa integra a programação do projeto “Gabinete Português de Leitura: a cultura portuguesa viva na Bahia”, com apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

GPL promove Oficina de biografia com o jornalista e escritor Gonçalo Júnior

By | qq coisa | No Comments

O Gabinete Português de Leitura traz a Salvador o jornalista, escritor e pesquisador Gonçalo Júnior para uma mini oficina de biografia. A aula será realizada no próximo dia 25, das 9 às 12 horas, no Salão Nobre do Gabinete, na Praça da Piedade.

As inscrições, gratuitas e limitadas a 50 pessoas, devem ser feitas na plataforma Sympla. Clique aqui!

Autor de 40 livros e com atuação em diversos jornais da Bahia e de São Paulo, Gonçalo

colaborou para importantes publicações, como Playboy, Folha de S. Paulo, Bravo!, Entrelivros, Almanaque Abril, Trip, Revista Voe Gol, Mais!, MAG, Dufry, RG, Lola, Imprensa, A Tarde, Revista Izzo, Private Brokers, Revista Shopping Cidade Jardim, Jornal da Associação Brasileira de Imprensa, etc.

Trabalhou como coordenador de imprensa no Memorial da América Latina entre 2012 e 2013, onde criou o guia de programação mensal e a TV Memorial, além de organizar uma série de eventos e exposições. Atualmente, é editor da revista Brasileiros.

Tem os seguintes livros publicados:

País da TV, Conrad Editora, 2001.

50 anos de Tex no Brasil, Opera Graphica, 2003.

Tatuagem de Cadeia, Editora Escala 2003.

Medicina para leigos, Editora Garçoni, 2004. (Não comercializado)

Alceu Penna e as Garotas do Brasil, CLUQ, 2004.

A Guerra dos Gibis – a formação do mercado editorial brasileiro e a censura aos quadrinhos, 1933-1964, Editora Companhia das Letras, 2004.

Tentação à Italiana, Opera Graphica Editora, 2005.

O Homem-Abril, Opera Graphica, 2005.

Benício – Um perfil do mestre das pin-ups e dos cartazes de cinema, CLUQ, 2006.

A Biblioteca dos Quadrinhos, Opera Graphica, 2006.

O Incrível Homem que Encolheu (infantil), Manole, 2008.

Enciclopédia dos Monstros, Ediouro, 2008.

Vida Traçada, um perfil de Flavio Colin, Marca de Fantasia, 2009.

O Mocinho do Brasil, Laços Editora, 2009.

O Beijo nos Quadrinhos, Centopéia, 2010.

Maria Erótica e O Clamor do sexo, Peixe Grande, 2010.

Alceu Penna, Manole, 2010.

Ora, Bolas, Alameda, 2011.

A Morte do Grilo, Peixe Grande, 2012.

E Benício criou a mulher, Opera Graphica, 2012.

Quem Samba Tem Alegria, Civilização Brasileira, 2014.

Versão Brasileira: Herbert Richers, Criativo Editora, 2014.

É Uma Pena não Viver, Editora Planeta, 2015.

Belmonte, Publifolha, 2015.

O inventor do fanzine: um perfil de Edson Rontani, Marca de Fantasia, 2015.

É uma pena não viver – Uma biografia de Rubem Alves, Planeta, 2015

Milo Manara – Subversão pelo prazer, Editora Noir, 2017.

Eu Não Sou Lixo – A trágica trajetória do cantor Evaldo Braga, Editora Noir, 2017.

Pra que Mentir? – Vadico, Noel Rosa e Samba, Editora Noir, 2017.

José Luis Salinas – Visionário dos Quadrinhos, Editora Noir, 2017.

O Deus da Sacanagem – A Vida e o Tempo de Carlos Zéfiro, Editora Noir, 2018

Famigerado! — A História de Luz Vermelha, o bandido que aterrorizou São Paulo, Editora Noir, 2019

Jacob do Bandolim – Um coração que chora, Editora Noir, 2020.

Obra de Paulina Chiziane marca retorno do projeto Diálogos Atlânticos

By | qq coisa | No Comments

Niketche: uma história de poligamia, da moçambicana Paulina Chiziane, é a próxima atração do Diálogos Atlânticos, de volta em setembro. O encontro, no próximo dia 30, às 18 horas (Brasil) e 22 horas (Portugal) marca o retorno do projeto, iniciado em março a partir de uma parceria entre o Gabinete Português de Leitura da Bahia e o jornal português Sinal Aberto (sinalaberto.pt). A transmissão será realizada pelo canal do YouTube do Gabinete Português de Leitura da Bahia. Clique aqui para assistir ao programa.

Participam a professora Eliane Gonçalves, da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), e a italiana Marie Claire de Mattia, doutoranda na Universidade de Coimbra. Sandro Ornellas, professor do Instituto de Letras da UFBA será o provocador; o professor Osvaldo Silvestre, do Instituto de Estudos Brasileiros, da Universidade de Coimbra, o moderador.

Niketche: uma história de poligamia, de 2002, venceu o Prêmio José Craveirinha, pela Associação Moçambicana de Escritores ao melhor romance do ano. No livro, Paulina trata da “poligamia oculta”, presente numa sociedade na qual as mulheres são dependentes dos homens.

Diálogos – Estão previstas mais duas edições do Diálogos Atlânticos. Em outubro será a vez do autor brasileiro Reinaldo Moraes e a obra Pornopopeia. Em novembro, fechando o primeiro ano da série, os especialistas analisam Viagem à Índia, livro do angolano Gonçalo M. Tavares.

Bartolomeu de Gusmão e Santos Dumont são tema de encontro no GPL

By | qq coisa | No Comments

Na próxima terça (28), às 17 horas, o Gabinete Português de Leitura promove o encontro “Heróis do Ar: Bartolomeu Lourenço de Gusmão e Santos Dumont. Os palestrantes serão a pesquisadora e escritora Laurete Godoy e o professor e engenheiro Adinoel Motta Maia. A transmissão será realizada pelo canal do YouTube do Gabinete Português de Leitura (www.youtube.com/gabineteportuguesdeleituradabahia).

Os especialistas irão enfatizar a importância do precursor e do patrono da Aeronáutica Brasileira. “A oportunidade de preservar a memória de Bartolomeu Lourenço de Gusmão coloca Brasil e Portugal no lugar de honra em que merecem estar no campo das Ciências Aeronáuticas”, destaca Godoy. Na apresentação, a professora vai falar da primeira experiência pública bem-sucedida com um balão a ar quente, feita pelo “padre voador”, e do idealizador de um voo público de uma máquina mais pesada que o ar, o famoso 14 BIS. “Santos Dumont foi pioneiro na mais ampla expressão que a palavra possa ter, enfeitou os céus de Paris com suas máquinas voadoras, nas quais tremulava sempre uma flâmula verde e amarela a informar: aqui está um cidadão brasileiro!”, complementa a pesquisadora.

Em agosto de 2019, o Gabinete Português de Leitura, o Instituto Geográfico e Histórico da Bahia e a Paróquia de Nossa Senhora do Rosário de Cachoeira inauguraram um memorial do padre Bartolomeu Lourenço de Gusmão, em Belém de Cachoeira, a 110 quilômetros de Salvador. O espaço constitui um registro histórico-geográfico-religioso, além de um instrumento de apoio a pesquisa e estudo tecnológico e científico para a população da região, turistas e estudiosos de todo o Brasil. O idealizador do memorial, Adinoel Motta Maia, vai apresentar o espaço ao público, e falará sobre a importância científica da contribuição do padre para a tecnologia e a ciência da aerostação e aeronáutica.

Esta iniciativa integra o projeto Gabinete Português de Leitura – a cultura portuguesa viva na Bahia, com apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Leia os artigos abaixo e saiba mais:

BARTOLOMEU DE GUSMÃO – Herói de duas pátrias

ALBERTO SANTOS-DUMONT – O brasileiro que deu asas ao homem

Seguem abertas as inscrições para o curso de iorubá-nagô

By | qq coisa | No Comments

Seguem abertas as inscrições para o minicurso “Fundamentos de Língua Iorubá-Nagô para Iniciantes”, promovido pelo Gabinete Português de Leitura. O investimento de R$ 50,00 (cinquenta reais) é simbólico, para manutenção das atividades do GPL. Você pode se inscrever clicando aqui.

As aulas serão realizadas de 21 de setembro a 21 de outubro de 2021, sempre às terças e quintas, das 17h às 19h, através da plataforma Zoom, com certificação e carga horária de 20 horas (aulas ao vivo e ensino/aprendizado suplementar). Todo o curso será ministrada pelo professor mestre e Mawó Adelson de Brito, Ministro de Grande Confiança e Embaixador entre as Culturas Jeje e Nagô.

O público vai aprender que a língua Nagô falada no Candomblé é uma língua viva como o Inglês, o Francês e o Português. O idioma também poussui uma estrutura formal léxica e sintática, falada todos os dias nas Casas de Candomblé de Queto ou Candomblé Nagô, e nas práticas litúrgicas das religiões de matriz africana relacionadas com essas tradições afro religiosas.

A iniciativa integra a programação do projeto “Gabinete Português de Leitura: a cultura portuguesa viva na Bahia”, com apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Sobre o instrutor – Adelson de Brito é Mestre em Saúde, Ambiente e Trabalho pela Faculdade de Medicina da UFBA e Licenciado em Física. É Sacerdote do Candomblé Jeje e exerce as suas funções religiosas na Tradição de Matriz Africana Jeje-Nagô, no cargo de Mawó (Ministro de Grande Confiança e Embaixador entre as Culturas Jeje e Nagô) tem se tornado o foco da sua atuação.

Geografia une Universidade de Lisboa e Universidade Federal da Bahia

By | qq coisa | No Comments

O I Seminário de Investigação Geográfica Bahia-Lisboa, que se realiza online hoje, 15 de setembro, é a primeira de uma série de atividades académicas a serem realizadas regularmente entre investigadores do Centro de Estudos Geográficos do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa (CEG-IGOT, ULisboa) e do grupo de pesquisa Geopráxis – A Prática do Ensino e da Pesquisa em Geografia, vinculado ao Departamento de Geografia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA).

A programação completa está em: http://ceg.ulisboa.pt/evento/i-seminario-de-investigacao-geografica-bahia-lisboa/

Portugal perde Jorge Sampaio; ex-presidente visitou GPL em 1997

By | qq coisa | No Comments

Jorge Sampaio, presidente de Portugal entre março de 1996 e março de 2006, faleceu na manhã desta sexta-feira (10) em Carnaxide, aos 81 anos.

Advogado, foi o quinto Presidente da República do pós-25 de Abril. Em dez anos de mandato, dissolveu a Assembleia da República, conviveu com crises políticas nacionais e foi protagonista importante em diversos temas internacionais.

Em 1997, Jorge Sampaio e a esposa Maria José Ritta visitaram Salvador e fizeram questão de conhecer o Gabinete Português de Leitura. Percorreram o prédio construído em 1918 e, no Livro de Honra, o ex-presidente deixou a seguinte mensagem:

“Com as mais vivas saudações ao Gabinete Português de Leitura, e a todos quantos, pelos anos fora, tanto contribuíram para o engrandecimento da identidade cultural portuguesa. Desejo a todos que fazem a ligação entre o Brasil e Portugal uma razão forte para as suas vidas, as maiores felicidades e prosperidades pessoais”.

A comunidade portuguesa na Bahia, consternada, se associa ao sentimento de pesar de todos os conterrâneos espalhados pelo mundo.

Belov é homenageado em evento no Gabinete Português de Leitura

By | qq coisa | No Comments

“Eu sou o resultado da Baía de Todos-os-Santos”. A frase do ucraniano Aleixo Belov resume a palestra do navegador proferida ontem à noite (27.8) no Gabinete Português de Leitura, durante homenagem recebida pela Academia de Letras e Artes do Salvador (ALAS).

Participaram do evento o presidente do Gabinete Português de Leitura, Rodrigo Leitão; o presidente da Associação Comercial da Bahia, Eduardo Morais de Castro, o ex-prefeito de Salvador Manoel Castro, o empresário Joaci Goés, e convidados.

Belov, nascido na Ucrânia em 1943, contou como chegou à Bahia, em fuga com a família por conta da Segunda Guerra Mundial, e o início da paixão pelo mar. “Ganhei um óculos de mergulho aos 16 anos. Nem sabia para o que servia. Quando botei na água e vi aquilo tudo, me apaixonei”, contou ele logo no início do encontro dirigido pelo presidente da ALAS, Luiz Cláudio Guimarães.

Aos 78 anos, comemora as cinco voltas ao mundo já realizadas em solitário ou acompanhado por alunos no seu navio-escola Três Marias. Recém-operado do joelho, afirma não ver a hora de estar plenamente recuperado e voltar a navegar.

A expectativa agora, porém, é pela abertura do Museu do Mar – Aleixo Belov, prevista para 4 de novembro. O museu vai funcionar em um casarão no Largo do Santo Antonio com objetos reunidos ao longo de seis décadas de viagens pelos cinco continentes. A grande atração é o próprio veleiro Três Marias, com o qual deu três voltas ao mundo.

GPL e ALAS – A parceria entre o Gabinete Português de Leitura e a Academia de Letras e Artes do Salvador possibilita a realização de eventos na sede do Gabinete. Em 2021 também foi promovida, no dia 10 de junho, no Salão Nobre do Gabinete, a posse da nova diretoria da ALAS. Na oportunidade, o confrade Joaci Góes proferiu a palestra Educação e Cultura em Tempos de Pandemia e o ex-presidente do Gabinete, Abel Travassos, tornou-se sócio benemérito da Associação.

Abertas as inscrições para novo curso de Língua Iorubá-Nagô

By | qq coisa | No Comments

O Gabinete Português de Leitura promove mais uma edição do minicurso “Fundamentos de Língua Iorubá-Nagô para Iniciantes”. Os encontros serão realizados de 23 de setembro a 21 de outubro de 2021, sempre às terças e quintas, das 17h às 19h, através da plataforma Zoom, com certificação e carga horária de 20 horas (aulas ao vivo e ensino/aprendizado suplementar). As aulas serão ministradas pelo professor mestre e Mawó Adelson de Brito, Ministro de Grande Confiança e Embaixador entre as Culturas Jeje e Nagô.

Durante o curso, o público poderá compreender que a língua Nagô falada no Candomblé é uma língua viva como o Inglês, o Francês e o Português. Além disso, será demonstrado que a língua Nagô ou língua Iorubá possui uma estrutura formal léxica e sintática. Que é falada todos os dias nas Casas de Candomblé de Queto ou Candomblé Nagô e nas práticas litúrgicas das religiões de matriz africana relacionadas com essas tradições afro religiosas.

O investimento de R$ 50,00 (cinquenta reais) é simbólico, para manutenção das atividades do GPL. O link de inscrição está disponível no site www.gplsalvador.org ou na plataforma Sympla.

A iniciativa integra a programação do projeto “Gabinete Português de Leitura: a cultura portuguesa viva na Bahia”, com apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Sobre o instrutor – Adelson de Brito é Mestre em Saúde, Ambiente e Trabalho pela Faculdade de Medicina da UFBA e Licenciado em Física. É Sacerdote do Candomblé Jeje e exerce as suas funções religiosas na Tradição de Matriz Africana Jeje-Nagô, no cargo de Mawó (Ministro de Grande Confiança e Embaixador entre as Culturas Jeje e Nagô) tem se tornado o foco da sua atuação.